A Jardineira do Tide

 

Antigamente, “Jardineira” era o nome usado popularmente para se referir a um veículo de transporte coletivo de passageiros que possuía um capô (ou capot) similar a de um caminhão. Era usada para trajetos de média a longa distância, pois possuía resistência para as típicas estradas de terra. Em São Gonçalo do Pará, a “Jardineira do Tide” ganhou popularidade. Tide era o apelido do saudoso prefeito Erotides Mendes Medeiros (1966/1967), proprietário desse veículo que fazia o trajeto São Gonçalo do Pará/Divinópolis. O ponto de embarque/desembarque era na Praça do Santuário, em Divinópolis.

Na presente foto, o senhor de bigode é Joaquim Mendes Medeiros, irmão do Tide Medeiros com seu auxiliar João do “José Campos”. O primeiro dono da “Jardineira” foi Joaquim, que fazia a linha, na década de 50. Posteriormente, a “Jardineira” foi vendida para Tide Medeiros, que se tornou o responsável pelo transporte de passageiros. Ficou na lembrança, uma Jardineira que percorreu as trilhas de nossa história. (A foto foi gentilmente cedida por Mateus Medeiros, neto do Tide Medeiros, à secretária de cultura, Rosinha de Oliveira).




TAG's: Nossa, história, Jardineira, Tide

Inicial | Voltar
Link permanente: