Vigilância Sanitária: pela saúde da população

A Vigilância Sanitária está presente na fiscalização de diversos serviços prestados, garantindo a higiene e evitando riscos à saúde humana. Além da fiscalização, fornecedores e consumidores são orientados, tirando dúvidas sobre limpeza e armazenamento dos itens utilizados.

A Vigilância Sanitária está presente na padaria, no salão de beleza, na farmácia, na clínica odontológica, no hotel, no supermercado, cuidando da saúde do trabalhador destes estabelecimentos e inclusive, na sua casa.

Ao visitar estabelecimentos para checar as condições de higiene, o objetivo da Vigilância Sanitária é eliminar, diminuir ou prevenir possíveis riscos a saúde humana. O órgão intensifica ações orientativas e oferece capacitação, educação, informação e apoio técnico para qualquer cidadão, seja ele empresário, funcionário, ou mesmo aquele cidadão comum que busca apenas informação e conhecimento.

Quando a Vigilância Sanitária flagra situações de desrespeito às normas sanitárias, pode punir o responsável. No entanto, no município de São Gonçalo do Pará, antes de aplicar qualquer medida punitiva, esgotam-se todas as possibilidades no sentido de vigiar e educar, advertir e orientar. Isso é bom para o consumidor, que tem sua saúde protegida, e também o proprietário do estabelecimento, que trabalha com segurança oferecendo qualidade aos consumidores.

 

Áreas de atuação

Locais de produção e comercialização de alimentos: restaurantes, bares, fábricas, supermercados, açougues, peixarias, frigoríficos etc.

Lojas e áreas de lazer: comércio, clubes, piscinas, etc.

Locais públicos: escolas, Unidades de Saúde, farmácias, salões de beleza etc.

Indústrias: cosméticos, medicamentos, produtos químicos, alimentos etc.

 

Vigilância Sanitária atua na área de alimentos

A Vigilância Sanitária tem a função de fiscalizar o funcionamento dos estabelecimentos que comercializam ou manipulam alimentos. Buscando que todos estejam de acordo com a legislação sanitária vigente. Incluem-se na área de alimentos estabelecimentos como bares; comércios atacadistas e varejistas; cozinhas industriais; distribuidoras de água e alimentos; indústrias de alimentos; lanchonetes; padarias; pizzarias; restaurantes; sorveterias e transportadoras de alimentos, entre outros.

 

Secretaria Municipal de Saúde

Vigilância Sanitária

11 de novembro de 2015

 

 




TAG's: Vigilância, Sanitária:, pela, saúde, população

Inicial | Voltar
Link permanente: